domingo, 10 de maio de 2009

Ai, esse fim do mundo...

Aviso: queria resumir o que eu sinto toda vez que alguém vem me falar que o mundo tah pra acabar, mas domingo a tarde é um péssimo momento pra pensar em ser sutil, então me perdoe se você é um fanático religioso.

Nesse tempo em que minha vida virtual ficou em segundo plano, virei rata de biblioteca, comecei a levar minha cachorra pra passear e finalmente iniciei uma vida social mais ativa...
Aí eu percebi como tem gente chata por aí.
Na tv um documentário chato na discovery sobre o apocalipse, daí eu comecei a zapear os canais e advinha o que estava passando nos canais religiosos (além de "exorcismos" e venda de uns baratos de salvação)? Claro que o povo estava se preparando pro fim do mundo... No intervalo das aulas, meus colegas discutiam ansiosos o que vão fazer antes do mundo acabar, na estação de onibus um desocupado com um mega fone anunciando o alinhamento de sei lá o que. FALA SÉRIO!
Essa neurose toda me deixa com a impressão de que há a vontade de que aconteça algo ruim. ¬¬
O que esse povo todo não se dá conta é que o mundo de qualquer um pode acabar amanhã, ou depois ou daqui 30 segundos...
Vou falar o que é fim do mundo: fim do mundo é criança vender bala no farol, é homem ciumento matando a amada, é pessoas idosas largadas em albergues, é adolescente se lotar de droga, é aquele povo de igreja que passa maquininha de cartão de débito pra pedir 30% do salário miserável que muito pai de familia ganha e com certeza vai fazer falta quando o dinheiro não der pra comprar leite pra renca de criança que ele tem.
Fim do mundo é esse egoísmo porco de algumas pessoas que fazem questão de enxer a cabeça de um povo sofrido e mal-instruído de bobagens sobre apocalipse, pagando de Deus e prevendo coisas absurdas sabe lá porque.
Que tal viver a vida e aproveitá-la, e deixar o destino nas mãos de Deus, Alá, ou o que quer que você acredite? Porque a morte de cada um de nós com certeza virá, então, se sabemos disso, não há necessidade de ficar adiantando esse acontecimento natural e que não há necessidade nenhuma de prever.
Fim do mundo é desejar o fim do mundo. Veja bem, não estou dizendo que isso é real ou não, foi mals, não sou nenhuma mãe Dinah ou algo do gênero.
O que estou fazendo é expor minha opinião sobre esse assunto pé no saco tãão polêmico e que vai fazer minha lição de casa, pagar minhas contas e me enxer de cultura [/ironic
Se isso te ofende não posso fazer absolutamente nada!
Um beijo,
Helôo ;D

2 comentários:

Michele Hubner disse...

eu acredito que vai existir o fim do mundo e Jesus vai me buscar.

Heloísa Vilela disse...

Michele, eu respeito isso, não disse nada que falasse o contrario do que vc disse, sóó falei que esse papo de fim de mundo eh chato pra peste. Isso ngm pode negar!
Abraaços :)