terça-feira, 18 de agosto de 2009

Infinitamente você -

Todas as cores dos seus olhos;
Refletem o brilho que você tem.
Todas as palavras que você diz;
Te impedem de se esconder.
As suas bochechas, quando ficam vermelhas;
Fazem a moldura do seu sorriso.
E você sempre me põe no seu jogo;
E você sempre está na minha mão.
Não me faz mal, não me faz bem.
Não saio da sua teia, e você é meu refém.
Cada gesto, cada medo.
Cada instante, cada segredo.
Tudo faz sentido agora.
Ah, como eu gosto disso.
Ah, como eu adoro você...

Eu já não tenho escolha, eu participo do seu jogo, eu participo do seu jogo, eu participo... ♪

12 comentários:

Pudim Verde 2000 disse...

EU TAMBEM SEI UM POEMA! bem MIO Q O SEU!

Todas as cores dos seus olhos;
Refletem o brilho que você tem.
Todas as palavras que você diz;
Te impedem de se esconder.
As suas bochechas, quando ficam vermelhas;
Fazem a moldura do seu sorriso.
E você sempre me põe no seu jogo;
E você sempre está na minha mão.
Não me faz mal, não me faz bem.
Não saio da sua teia, e você é meu refém.
Cada gesto, cada medo.
Cada instante, cada segredo.
Tudo faz sentido agora.
Ah, como eu gosto disso.
Ah, como eu adoro você...

Heloísa Vilela disse...

Hã?

Leon K. Nunes disse...

Eu hein... É louco esse Pudim Verde... me lembra um maluco que entra no meu blog séculos atrás: Coelho Carnívoro, era estranho demais.

Eu gostei do poema; você que fez, né? Gosto dessas coisas assim, construídas gradativamente, sabe poema é um negócio que dá pra se viajar demais na coisa da forma e do conteúdo... O Capital tem umas letras antigas feitas em cima dessa lógica; apesar de que letra é diferente de poesia, né..

Sorte daquele a quem a poesia é oferecida!

Gostei do verso final, da banda, me lembrou o primeiro CD que comprei: Capital Inicial, Acústico MTV. Haha, você pode achar que é brincadeira, que falo isso só porque tu gosta deles, mas é verdade, minha primeira aquisição foi esse disco do Capital, gastei uma boa grana nele, mas não me arrependo; apesar de hoje Capital ser apenas top 20 ou top 30 na minha lista de favoritos, eu gostei de ter começado por eles.

Valeu Heloísa!! Beijão, té!

E.Suruba disse...

Cada gesto, cada medo.
GOSTEI!

adenilson disse...

q poema fofo...
sneitmentos puros num texto lindo e charmoso..
agradavel e gostoso!...
\o/
ótimo fds.
brigado pela força lá no blog.
grande abraço
e voltamos ao normal!
xD~

Quell disse...

Si pá vo fingi que não pensei na sua inspiração ok?
Fofo *-*
Beijos

Crispi. disse...

Muito bonito! Eu queria saber fazer poemas ;/
Obrigada pela visita! Muito bonito seu blog ;)
Beijos!

E.Suruba disse...

cor é amor

- bia varanis ♥ disse...

que lindoo, voce que feez?ADOREI CARA: D

adenilson disse...

dá uma bizoiaiadinha no blog q expliko lá melhor como foi a votação
mas ifkei em sexto
=/
mas foi legal...
volte logo viow
ou q sua vovó deixe vc mexer mto ai *-*

dorme ai na casa dela
=]
abraços
mardeto pc era pra atualizar na quarta...
mas tdo bm...ele ainda tá vivo
respirando por aparelhos mas está..
ótimo fds viow ?...
e cuidado, o gugu tá chegando ¬¬
hahahaa

www.bocadekabide.blogspot.com

E.Suruba disse...

coloquei cor é amor pra rimar!

HSLO disse...

Adorei esse texto..muito lindo mesmo.

To te aguardando em meu blog


abraços

Hugo