terça-feira, 27 de outubro de 2009

Fragmento de uma utopia ingrata.

Esperou tanto tempo para vê-lo, enfim, esse dia chega.
Seus olhos se fixaram, e as únicas palavras ditas vieram dele:
_Eu te amo.
De repente, suas mãos afagavam aquele cabelo ruivo que ela tanto esperou pra tocar, enquanto sentia o toque do tal amor verdadeiro. O beijo mais apaixonado que ela deu em toda a sua vida, no rapaz cujo servia de inspiração pra ela enxergar o mundo com cor.
Mas o despertador toca, às 6 hrs da manhã, anunciando que ela estava delirando mais uma vez.
Parecia mentira, já que o perfume dele ardia em seu nariz. Pôde sentir a lágrima rolar em seu rosto, e viu seu amor tão impossível quanto aquela fantasia. Deu desespero, se sentiu impotente, queria se sentir amada mais uma vez. Ela quis gritar, embora ele nunca fosse ouvir.
Incrível como o melhor sonho da vida de uma garota, se tornou um pesadelo ao acordar...



When everything's made to be broken
I just want you to know who I am

6 comentários:

Heloísa Vilela disse...

Devo alguns créditos:
Imagem: Drake Bell (joga no Google) Central
Frase abaixo da imagem: Trecho da música Iris - The Goo Goo Dolls (joga no Google de novo)

Adoro vocês, obrigada pela visita.

Com amor,
Heloísa

HSLO disse...

Belíssimo texto viu...pura sensibilidade.

abraços


Hugo

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

tuas utopias são delicadas, minha flor, belo conto em poema

dothhhh♥ disse...

e você sempre me surpreendendo! parabéns heloísa! concordo com a gabs, você tem o dom!

Marcelo Mayer disse...

por isso "eu te amo" é a mentira mais gostosa! belo!!!!

Anônimo disse...

Eu acredito que não se pode realizar se não se consegue sonhar... apesar de causar decepções às vezes, ainda entendo que os sonhos são válidos sim!

Novo endereço do blog: www.pensoegrito.blogspot.com